terça-feira, 2 de junho de 2009

Sebastião da Hora, o relógio ambulante de Arapiraca.





Sebastião dos Santos, 63 anos, jeito simples com um aspecto de quem possui retardo mental é um dos tipos populares que vagueiam pelas ruas de Arapiraca. Aposentado, residente no populoso e humilde bairro de Brasiliana todos os dias ele percorre as ruas centrais da cidade, Praça Luiz Pereira Lima, Marques da Silva, Avenida Rio Branco.


O fato curioso é a sua timidez, fala pouco, não rir, mas possuidor de uma inteligência privilegiada conhece a hora exata sem possuir nem olhar para o relógio que nunca usou.


Para o professor e pesquisador Zezito Guedes, que conhece Sebastião da Hora há várias décadas é um tipo raro um fenômeno. Durante toda a sua vida, nunca usou um relógio para saber as horas, parece fantástico fantasioso, mas é verdade.
Perguntar como isso acontece, talvez, nem ele saiba definir, porque são coisas inexplicáveis. Só sabe Deus. Com seu jeito tímido simples, Sebastião da Hora, como é conhecido na cidade, é parado a cada minuto nas ruas, onde dezenas de pessoas querem testar este fenômeno perguntando-lhe as horas: “Seu Sebastião, que horas são? Em questão de segundos, ele olha para o céu e, em cima da hora responde: “São tantas horas e tantos minutos”.
As pessoas ficam perplexas com a exatidão de suas respostas. Depois de responder como se estivesse participando de uma prova oral em uma escola, ele segue em frente e vai embora, sem pressa. Minutos depois, qualquer pessoa poderá voltar a perguntar outra vez a hora, e seu Sebastião, vai responder com exatidão. “São tantas horas e tantos minutos sem se aborrecer ou ficar irritado.



2 comentários:

  1. ele é relamente fantastico!! sempre que o vejo pergunto faço isso desde muito tempo ele jamais errou parabens pela materia!!

    ResponderExcluir
  2. Eu moro em Suzano-SP, e aqui tem um homem que tambem possui esse dom... Qualquer momento ele sabe que hora e minuto e.
    Impressionante!

    ResponderExcluir